terça-feira, junho 28, 2016

Recordaba que eras una mujer apasionada



Mandaram-me este vídeo, demorei vários dias até ouvir e quando finalmente tive um momento de relax: - deixa lá ver o que é isto?!

Uns segundos bastaram para perceber que era uma daquelas coisas que revolvem as entranhas, que vão lá dentro, carregadinhas de sentimento e agradeci, como se deve agradecer sempre que alguém nos brinda com coisas boas da vida!

Há no mundo pessoas que "coxeam pela mesma pata"!
É isto que mais importa: profundidade!

quarta-feira, junho 22, 2016

À Beira


Há dias assim...



Há homens absolutamente magnéticos!
ainda estou abananada! 
Apre! 
Madre mía del amor hermoso!


domingo, junho 05, 2016

Advices for life



Nos últimos tempos tenho conhecido muitas pessoas interessantes, que têm, cada um à sua medida, aportado interessantes perspectivas da vida... É certo que há muitas pessoas a pensarem o mesmo!

Já dizem por aí: La edad te va acercando a lo que realmente eres. Mas a idade também nos vai acercando a pessoas mais parecidas connosco, por necessidade e por exclusão.

Quanto mais vivo mais gosto e melhor o faço!

9 Amores




9 Amores
São nove os amores que eu vivo
Que trago dentro do peito
São ilhas de mil encantos
Terras de gente que amo
Que choro, que rio e que sou

Como viver com o espanto
Deste mar à minha volta
Azul por dentro dos olhos
Verde por dentro da alma
Da espuma branca dos dias

Eu sou uma ilha
Esta terra é minha mãe
E minha filha
Sou uma voz para o seu canto
Terra que eu amo tanto

São nove as filhas que sei
Viagens de sonhos doces
Companheiras dos antigos
Que cantam a luz dos tempos
Nas ilhas dos meus amores

Eu sou uma ilha
Esta terra é minha mãe
E minha filha
Sou uma voz para o seu canto
Terra que eu amo tanto


Texto e música de Paulo De Carvalho

Numa recente incursão a uma ilha muito perto do ártico, conversava com um amigo português, enquanto lhe dava a ouvir o que pululava pelo meu iPhone dentro do carro. Lá fora chovia a cântaros, chuva entrecortada por um vento gélido no meio de um campo de lavas negras e hostis. Após algum tempo de silêncio a desfrutar da maravilha sonora que nos acompanhava, ele respondeu-me: - só os latinos conseguem este sentimento! 
Não sei se é por ir entretanto para os Açores, mas esta música anda a dar-me as voltas às entranhas. Há muito acho que a Kátia Guerreiro tem interpretações divinas (já o mesmo não opino relativamente às suas opiniões políticas), esta é sem dúvida das melhores!
Viver numa ilha é um sentimento único, às vezes tenho saudades de quando vivia completamente rodeada de mar azul... O que é que se pode fazer a esta alma lusitana sempre carregada de saudade?

sexta-feira, abril 08, 2016

Spy in the house of Love






I'm a spy in the house of love
I know the dream, that you're dreamin' of
I know the word that you long to hear
I know your deepest, secret fear
I'm a spy in the house of love
I know the dream, that you're dreamin' of
I know the word that you long to hear
I know your deepest, secret fear
I know everything
Everything you do
Everywhere you go
Everyone you know

I'm a spy in the house of love
I know the dream, that you're dreamin' of
I know the word that you long to hear
I know your deepest, secret fear
I know your deepest, secret fear
I know your deepest, secret fear
I'm a spy, I can see
What you do
And I know

The Doors lyrics



E hoje a meio da tarde deu-me uma vontade incontrolável de ouvir esta música, 
que não ouvia há décadas!

Não se perde uma palavra do que diz este senhor!



Quantas verdades!

sexta-feira, abril 01, 2016

Touché!



Milhões de pessoas no planeta inteiro, comunicando e interagindo todos os dias dentro da mesma esfera, contudo, as conexões intensas estão reservadas apenas a um número reduzido com afinidades especiais.



Quão sexy pode ser uma verdadeira conversa?




... intensamente sexy, é a minha resposta!
Acontecem-me coisas maravilhosas e eu adoro!
Tenho a profunda convicção de que algumas pessoas 
estão impreterivelmente destinadas a conhecer-se, 
existem demasiadas afinidades à solta neste mundo, 
... para não se atarem todas as pontas!
E eu fico absolutamente desarmada quando me respondem: touché!
(com justa causa, está claro!)




sábado, março 19, 2016



A poesia não quer adeptosquer amantes!

Federico García Lorca

terça-feira, março 08, 2016

Metade



Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
A outra metade é silêncio

Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Pois metade de mim é partida
A outra metade é saudade

Que as palavras que falo
Não sejam ouvidas como prece nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas como a única coisa
Que resta a um homem inundado de sentimentos
Pois metade de mim é o que ouço
A outra metade é o que calo

Que a minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que mereço
Que a tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que penso
A outra metade um vulcão

Que o medo da solidão se afaste
E o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável
Que o espelho reflita meu rosto num doce sorriso
Que me lembro ter dado na infância
Pois metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade não sei

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o seu silêncio me fale cada vez mais
Pois metade de mim é abrigo
A outra metade é cansaço

Que a arte me aponte uma resposta
Mesmo que ela mesma não saiba
E que ninguém a tente complicar
Pois é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Pois metade de mim é plateia
A outra metade é canção
Que a minha loucura seja perdoada
Pois metade de mim é amor
E a outra metade também


Oswaldo Montenegro